nov 25
compra online

O “Boom” da compra de carros online

Devido ao seu alto valor e complexidade, a mudança no comportamento de compra do segmento de automóveis vem sendo alterado lentamente desde a popularização das vendas online.

Durante muitos anos a compra de um carro envolvia ir a concessionárias, test drive e horas de negociações, mas esses dias podem estar contatados. Porém pandemia acelerou a digitalização desse segmento, possibilitando em alguns países a escolha, compra, financiamento e entrega sem sair de casa.

No Brasil, por exemplo, a Hyundai Express possibilita uma compra quase 100% digital:

  1. Escolha do modelo online
  2. Seleção da concessionária online
  3. Test drive
  4. Análise de crédito online
  5. Entrega do carro escolhido em casa

Talvez você nunca tenha imaginado, mas e-commerce de automóveis estão cada vez mais próximos da realidade. A empresa inglesa Cazoo que vende carros usados o faz de forma 100% online e já corresponde a 2% de todas as vendas do segmento no país.

Segundo o chefe executivo da Cazoo Alex Chesterman, outros segmentos que iniciaram seu avanço online muito antes já correspondem a 60 – 70% das vendas como a indústria de viagens, por exemplo.

Experiência do usuário

Segundo o empreendedor, as plataformas online simplificam a experiência do usuário ao oferecer melhores opções e transparência nos preços.

O consumidor foi foco central do seu time para criação da empresa e contrariou quem dizia que pessoas só compravam carros que pudessem ver.

Ao oferecer uma plataforma segura e garantias a empresa definitivamente conseguiu diminuir barreiras.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Auto Trader, 72% dos usuários estão interessados em transformar o processo de compra de automóveis mais online.

Futuro da indústria

Usuários já possuem o hábito de pesquisar antes de comprar, por isso, antes mesmo da pandemia, já era cada vez mais comum o contato com o vendedor apenas para selar o negócio.

Mesmo assim, clientes em potencial e vendedores ainda dedicavam uma quantidade significativa de horas para cada compra e venda.

Segundo especialistas, o trabalho de vendedor de carro não irá acabar, mas mudar drasticamente, assim como outras profissões mudaram no decorrer do tempo. Como esse profissional será pago, recompensado e seus objetivos certamente mudarão, segundo Nathan Coe, diretor do Auto Trader.

Segundo Peter Smyth, diretor da Swansway Car Dealers, entrevistado pela BBC essa indústria envolverá um sistema híbrido online-offline para antes todos os tipos de perfis, necessidades e exigências dos compradores.

A indústria automobilística movimenta bilhões em carros novos e usados. Acreditamos que vendedores online e offline irão coexistir felizmente em um mercado gigantesco que tem espaço para todo mundo.

Sobre o Autor(a)

Renata é Psicóloga, especialista em Neuromarketing e Comportamento do Consumidor. Obcecada por café e livros de história, consegue passar horas falando sobre praticamente qualquer assunto.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.