abr 23
copywriting

Copywriting: como colocar em prática as técnicas?

O Copywriting é um dos assuntos mais falados nos últimos tempos, principalmente pelas pessoas que gostam de atuar com o marketing digital. Apesar de parecer algo simples, quando colocado na prática é mais complicado do que parece.

Portanto, no artigo de hoje iremos falar sobre algumas dicas para aqueles que desejam trabalhar com o assunto. Sendo assim, continue a leitura para saber mais sobre!

1. Conte uma breve história

O Copywriting envolve o storytelling em muitos requisitos. Dessa forma, é necessário entender como funciona o seu persona e quais são as dores que ele sofre. Após isso, crie uma história e cause o gatilho de identificação.

Por exemplo, imagine que o seu público é masculino na faixa de 40 anos e sofre com problemas sexuais como a ejaculação precoce. O intuito é criar um vídeo para divulgar o produto. Pode, durante o vídeo, mostrar um homem na mesma faixa etária se sentindo mal por estar passando por essa situação e que resolveu a situação somente com a marca x.

Enquanto ele assiste, o intuito é obter uma solução para o problema. E, quando ele se identifica e sente que faz parte daquilo, será ainda mais fácil convertê-lo em vendas.

Não adianta tentar vender um produto para ejaculação precoce mostrando um contexto completamente desproporcional ao que passa o cliente: quando isso ocorre, o gatilho de identificação não é ativado.

2. Use a emergência

Outro aspecto que possibilita o aumento de vendas é causar emergência no indivíduo. Por isso, use palavras como “últimos minutos” ou “fim do estoque”, “compre AGORA mesmo!”.

Sempre que há uma promoção extremamente limitada, o indivíduo tende a comprar por acreditar que os estoques podem voltar a serem preenchidos. Portanto, use e abuse deste tipo de gatilho.

3. Chamadas para ação no copywriting

As chamadas para ação levam o indivíduo e clicarem em algum botão e, isso também ajuda a diminuir as taxas de rejeição do seu site. Ao apresentar o produto, não crie textos longos e muito extensos, busque sempre usar um (clique aqui e saiba mais) porque assim, se o cliente quiser realmente ler algo mais complexo ou comprar, ele terá uma ação.

O mesmo vale para as redes sociais em que se usa “e então, tem mais alguma dica ou dúvida? DEIXE NOS COMENTÁRIOS”. Ou então, quando se tenta fazer uma publicação ter mais alcance no Facebook ao publicar algo como “se você prefere x reaja com amei e se prefere y reaja com uau”.

4. Use metáforas e figuras de linguagem

A língua portuguesa encanta e apaixona, as palavras possuem o poder de causar impactos inimagináveis na vida de determinado indivíduo e de sua decisão de compra. Portanto, faça o uso abusivo de metáforas e figuras de linguagem.

Vale ressaltar, entretanto, que não é porque o português e as palavras sejam positivas, que se deve fazer o uso excessivo delas: isso tem o poder de deixar o texto cansativo e frustrante, fazendo com que o leitor desista dele antes mesmo de terminar (já que busca por algo rápido de ser consumido).

Para prender a atenção, use palavras diferentes e que causem impactos. Por exemplo, imagine duas empresas tentando realizar a venda de cereais:

Empresa A: Cereais com vitamina A, B e C ideais para o crescimento muscular e desenvolvimento.

Empresa B: O seu filho começou a ir para a escola? Então precisa de MUITA energia para que o desenvolvimento seja o melhor possível. Agora, nada de sofrer com dificuldades de aprendizagem ou de memória porque nossas vitaminas repõem todas as fibras!

A empresa B destacou que o cereal é mais consumido por crianças que frequentam a escola e que ele deve ser consumido para que não haja mais a falta de energia, algo que é muito comum. Dessa forma, causou o gatilho também de identificação.

5. Imagens são importantes no Copywriting

Diferente do que se imagina, as imagens nas técnicas de copywriting também são importantes. Em hipótese alguma deve-se fazer o uso de somente textos, ainda mais em um mundo que está tão visual e precisa de conteúdo rápido para ser consumido. Vale ressaltar neste momento, a importância de uma boa edição para melhorar a qualidade de imagem. Não sobrecarregue com excesso de informações desnecessárias: tente prevalecer somente com os gatilhos e tentativas de identificação.

Outro ponto é que o equilíbrio das cores deve ocorrer. As letras e textos devem ser de fácil identificação e as fontes mais suaves – já há estudos realizados por designers que mostram que os tamanhos e características das fontes também influenciam na compra e interesse pelo produto.

E então, tem mais alguma dica sobre Copywriting e de como colocar em prática? Comente aqui com a gente e ajude os outros leitores.

Sobre o Autor

O SDK Marketing é uma agência que oferece serviços de Marketing de Conteúdo e contribuiu com o Gerador de Ideias criando este post exclusivo para nossos leitores.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *