jul 29
A moda através das capas da Vogue

A moda através das capas da Vogue entre as décadas de 1890 – 1990

A Vogue é a revista feminina de moda mais importante do mundo, apresentando e moldando estilos há mais de um século. Para ser bem sucedido neste ramo é importante saber como a moda é popularizada e como foi construída ao longo das décadas. Analisamos neste artigo 11 décadas de capas da Vogue para criar um conhecimento que te ajude a vencer nesse segmento.  

Se você tem uma loja física ou online de moda feminina e precisa descobrir como se consolidar ou manter sua participação no mercado ao longo dos anos este post é para você.

Moda Vogue 1890

Na primeira década da Vogue é possível observar o fim da era vitoriana, que durou desde a coroação em 1837 até a morte da rainha Vitória em 1901.

A década é marcada pelo volume das mangas e por saias incrivelmente mais leves que nas décadas anteriores, refletindo o novo estilo de vida das mulheres da época.

As cinturas marcadas e as longas saias vão perdendo espaço conforme a década vai chegando ao seu fim.

Moda vogue 1900

Menos babados e ombros mais retos e livres.

A moda dessa década prioriza a praticidade e conforto refletindo a entrada das mulheres no mercado de trabalho.

Essa nova liberdade social começou a exigir também maior flexibilidade física, deixando no passado o espartilho em S e dando lugar a uma silhueta mais suave e reta.

Essa década marcou o início das cores na revista e uma mudança significativa na identidade visual da marca.

Moda vogue 1910

Com o banimento dos corsets e a 1° guerra mundial as roupas femininas da época precisavam ser leves e duradouras.

A década foi marcada na revista por sorrisos, decotes e também por novas reformulações da marca.

Moda Vogue anos 20

No período pós guerra as bainhas subiram e a cintura alargou, mantendo a consistência das décadas anteriores em proporcionar mais conforto e liberdade.

Marcada na revista por formas mais retas também foi definida por modelos mais altas e por novos testes de marca.

Moda Vogue anos 30

Há um crescente interesse pelos esportes e por isso a inserção de peças mais justas e despojadas.

A recessão fez diminuir a diferença entre as roupas das diversas classes sociais e houve grande influência da estilista Coco Chanel com a utilização das calças.

Para a marca houve o uso de cores mais fortes, novos testes com o logotipo que mudava praticamente em toda edição e a entrada das fotografias.

Moda Vogue anos 40

Com a segunda guerra mundial as roupas ficaram mais pesadas e sérias. É possível observar forte influência do militarismo nas formas retas e tecidos mais resistentes.

O pós guerra foi marcado por ombros e seios naturais.

Na revista houve uma consistência significativa na marca.

Moda Vogue anos 50

A década de 1950 foi marcada pela tentativa insistente em fazer com que as mulheres, que entraram no mercado de trabalho nos períodos de guerra e recessão agora voltassem para as atividades domésticas.

A moda foi usada para ressaltar a feminilidade e fragilidade. Os corsets foram retomados e as langeries criadas, tudo para construir o ideal de corpo feminino.

Para a revista, apesar de alguns deslizes, houve consistência na comunicação da marca.

Moda Vogue anos 60

Até 1960 os jovens se vestiam como seus pais. Mas o lançamento da pilula anticoncepcional iniciou uma revolução sexual e com o avanço na literatura, música e outras formas de conhecimento a moda começou a se apresentar de uma forma totalmente diferente do que era praticado até então.

Os movimentos feministas, hippies e de direitos civis começaram a utilizar a moda para expressar pensamentos e opiniões.

A década foi marcada pela influência da pop art, cores e mini saias.

Para a revista foi a definição oficial e definitiva da marca com seu logo icônico e suas fotografias em formato retrato.

Moda Vogue anos 70

Com a influência hippie a moda se tornou mais simples, com caimento mais despojado e tecidos mais confortáveis.

A influência da Disco manteve as cores fortes e quentes iniciada na década anterior.

Cabelos e maquiagens também se tornaram mais naturais.

Em termos de representatividade foi uma década importante: a marca em 1974 teve a sua primeira capa com uma mulher negra.

Moda Vogue 1980

Com a influência do Glam Rock, do Punk e dos Yuppies a moda dos anos 80 foi marcada por cabelos volumosos, sobrancelhas mais grossas e roupas andrógenas.

Os interesses femininos estavam voltados para a ascensão profissional e o estilo de vida urbano.

Nesta década a marca apresentou suas primeiras capas com cabelos molhados ou ao vento.

Moda Vogue 1990

Uma das principais características da década foi o minimalismo: pouca maquiagem, pouco volume, poucas peças e formas mais discretas.

Filmes e séries americanas causaram grande impacto na moda dos anos 90, assim como o surgimento das top models.

11 décadas de moda nas capas da Vogue

Analisamos 11 décadas de moda através das capas da Vogue e com isso conseguimos concluir que:

  • A moda está sempre alinhada com os interesses, valores e necessidades da época, lembre-se disso ao criar ou vender uma coleção
  • Com o passar dos anos as mulheres começaram a expressar suas personalidades através do seu estilo pessoal, por isso, conheça sua persona
  • Os estilistas mais bem sucedidos são aqueles que estão atentos à demanda. Conheça a diferença entre persona e público-alvo
  • A Vogue, assim como outras grandes empresas, demorou para encontrar sua identidade visual, por isso, não desista se você ainda não estiver 100% satisfeito com a sua. Precisa de ajuda para decidir as cores da sua marca? Leia Psicologia das cores: história, significados e efeitos
  • Marcas flexíveis, como a Vogue, que se adaptam às diferentes demandas conseguem manter seu legado

Qual foi a sua conclusão pessoal com esse artigo?

Leia também Melhores E-commerce de roupas para se inspirar

 

Renata Furtner

Sobre o Autor

Renata é Psicóloga, especialista em Neuromarketing e Comportamento do Consumidor. Obcecada por café e livros de história, consegue passar horas falando sobre praticamente qualquer assunto.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *