jan 14
Full Commerce

O que é Full Commerce

Em resumo, Full Commerce é a terceirização completa ou em parte dos serviços necessários para rodar um E-commerce.

Muitos empreendedores descobrem apenas depois de criar seu E-commerce que não basta apenas ter uma loja virtual e mantê-la atualizada.

Para que uma operação de E-commerce funcione é necessário muita dedicação e serviços multidisciplinares.

Engana-se quem pensa que poderá investir algumas horas por semana enquanto trabalha em outra empresa pois o E-commerce, assim como a loja física, exige pessoas dispostas a tocar o negócio.

Neste caso empreendedores precisam decidir se farão por conta própria ou se contratarão quem faça.

Serviços de Full Commerce

Empresas Full Commerce podem cuidar do seu negócio de ponta a ponta ou de apenas uma parte.

Empreendedorismo: Plano de negócio, definição de público alvo e persona, análise da concorrência, precificação, posicionamento e tudo o que envolve implementar sua ideia de forma estratégica para transformá-la em um negócio.

Implantação: Desenvolvimento de loja virtual, construção de marketplaces, criação de blogs de e-commerce e tudo o que estiver relacionado com design/redesign de layout, integrações e funcionalidades da plataforma em que ocorrerá a venda.

Administração: Serviços de gestão e rotinas administrativas de uma empresa E-commerce como por exemplo gestão de vendas, análise de resultados, fluxo de caixa etc

Divulgação: Todo e qualquer esforço realizado para levar visitantes qualificados ao E-commerce envolvendo links patrocinados no Google Ads, Instagram Ads, Facebook Ads, SEO e E-mail Marketing.

Operação:  Atividades que fazem o E-commerce funcionar de ponta a ponta e envolve contato com fornecedor, cadastro de produtos, atendimento ao cliente, processo de pagamento, segurança digital, logística, processo de troca, devolução, pós vendas etc

O que terceirizar no E-commerce?

Primeiro é importante que você realize uma análise das suas forças/capacidades e oportunidades.

Faça as perguntas abaixo para si mesmo e entenda o quanto sua empresa precisa da terceirização Full Commerce:

  1. Quanto tempo você pode dispor pessoalmente para aprender e aplicar as técnicas e boas práticas de cada área que envolve o E-commerce?
  2. Qual é o recurso humano (funcionários) que sua empresa dispõe e qual suas qualificações para realizar estas atividades?
  3. Você ou as pessoas que irão tocar o negócio são boas em qual área? Quais são suas dificuldades?

É natural que empresas possuam pontos fortes e pontos de oportunidades. As empresas Full Commerce existem justamente para cobrir gaps e sair do amadorismo em todas as áreas ou em áreas específicas.

Por exemplo: Se você for tocar seu E-commerce e é super bom com organização mas péssimo na área comercial é recomendável encontrar uma empresa para trabalhar com a divulgação do seu negócio e o atendimento aos clientes.

É importante lembrar que para que o E-commerce dê resultados todas as áreas precisam funcionar adequadamente.

Como terceirizar com Full Service

Como dissemos acima você não precisa entregar sua empresa inteira nas mãos de outra empresa para que seu E-commerce funcione, por isso, existem algumas opções que vão de acordo com suas necessidades/realidade:

Soluções modulares: contratação de um serviço ou área específica.

Soluções integradas: contratação de um conjunto de serviços.

Vantagens do Full Commerce

  1. Redução de custos
    Investir em propaganda sem ter uma área de atendimento eficiente é literalmente jogar dinheiro fora, assim como ter uma operação redonda mas não realizar fluxo de caixa.Por isso, uma atuação eficiente irá reduzir custos evitando erros, retrabalho, clientes insatisfeitos e curvas de aprendizagem.
  2. Aumento de vendas
    Um serviço Full Commerce conta com profissionais experientes capazes de analisar o negócio como um todo para acabar com as possíveis objeções dos compradores.A maioria das empresas que presta esse serviço possui profissionais especializados em cada área que trabalharão em conjunto para deixar a empresa redonda e aproveitar todo seu potencial e investimento.
  3. Fim do amadorismo
    Você não precisa saber tudo, mas para que seu E-commerce funcione precisa aprender ou contratar alguém que saiba.Trabalhar em qualquer uma dessas áreas de forma amadora é uma sentença para o E-commerce.

Bônus: Ponto de atenção

Muitas empresas Full Commerce possuem serviços mensais com multas significativas em caso de quebra de contrato.

Caso você opte por contratar uma dessas empresas nossa sugestão é solicitar que no contrato haja uma cláusula de que o contratante poderá averiguar se o serviço está sendo prestado corretamente e em caso negativo será motivo suficiente para quebra de contrato sem cobrança de multa.

Essa é uma forma de garantir a saúde financeira da sua empresa ao manter apenas fornecedores que satisfaçam e cumpram com os combinados.

Conheça nossos planos para E-commerce.

Renata Furtner

Sobre o Autor

Renata é Psicóloga, especialista em Neuromarketing e Comportamento do Consumidor. Obcecada por café e livros de história, consegue passar horas falando sobre praticamente qualquer assunto.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *