jan 17
o que é ux design

O Que é UX Design

UX Design nada mais é do que qualquer interação no dia a dia entre você e algum serviço.

Apesar do termo ser mais utilizado para tecnologia,  essa experiência pode ser medida em todos os setores.

Desde sua chegada a uma agência bancária, tempo que ficou na fila e interação com o caixa eletrônico, por exemplo.

Muitas vezes gostamos de algum serviço e nem nos damos conta do por quê.

Outras, temos tanto trabalho para realizar uma tarefa simples e a experiência é tão ruim que acabamos criando antipatia pela empresa.

Nós experimentamos a experiência do usuário diariamente em nossa vida.

O profissional que se dedica a descobrir falhas nesses processos é chamado de Ux Designer.

Para entender a importância do planejamento baseado na experiência que queremos proporcionar ao nosso cliente, vamos pensar em uma empresa de copos de vidro.

Essa empresa e sua equipe se dedicaram o ano todo para lançar uma linha com um design completamente novo. A ideia era inovar e fazer com que o objeto também fosse um item de decoração.

Você como cliente leva o copo pra casa e com o tempo percebe que é um pouco maior do que a palma da mão. Esse pequeno detalhe começa a gerar desconforto ao segurá-lo com uma mão e pior, fica difícil não deixar cair na hora de lavar.

Resultado: por mais lindo que seu copo novo seja, no fim você prefere voltar para o bom e velho modelo tradicional.

Essa premissa serve para notebooks, controles remotos e por ai vai.

Os 4 porquês

Trabalhar com UX Design é sair da sua zona de conforto e se colocar no lugar do seu consumidor.

Para isso, é preciso que qualquer processo responda as quatro grandes perguntas do UX Design:

    • Existe um problema a ser resolvido?
    • Porque preciso resolvê-lo?
    • Para quem será esse produto?
    • Como tornar essa interação mais simples?

No começo da Uber, quem quisesse ser motorista precisava de um carro de quatro portas e ar condicionado além de oferecer água aos passageiros.

A ideia da Uber era que cada viagem, ainda que curta, fosse na essência uma experiencia a ser lembrada.

Claro que as coisas mudaram e o serviço se popularizou, porém, a novidade do copinho de água deu o que falar. Não tinha uma pessoa que não quisesse ter a experiência de andar de Uber.

Falácia da facilidade

O maior erro cometido por quem está tentando melhorar a experiência do seu consumidor é tentar facilitar processos que não precisam ser facilitados.

Essas facilidades muitas vezes disfarçadas de experiência do usuário, além de não responderem as quatro perguntas do UX , ainda deixam o processo mais trabalhoso do que o necessário.

Certo dia estava lendo um artigo chamado “O teatro da tecnologia”. No texto a jornalista dissertava sobre a tentativa das empresas em resolver problemas que não existiam usando a tecnologia.

QR Code: um exemplo de como não usar a tecnologia

Essa maravilha da tecnologia é ótima quando é preciso levar o usuário para o mundo digital mais rapidamente. Ótimo para restaurantes com cardápio online e propagandas curtas com promoções que levam para uma página de conversão.

Quem pensou no QR code percebeu que muitas vezes era trabalhoso para o usuário ter que digitar uma URL.

Agora precisamos apenas apontar a camera do celular e ser direcionados para o endereço desejado.

Apesar do QR code, na minha visão, ser uma das grandes sacadas do UX Design dos últimos tempos, há quem não entendeu seu funcionamento.

Existem pessoas inserindo QR codes dentro de seus sites para levar para outras sessões. Por que alguém apontaria o celular para um site para poder entrar em outro site, se já existem links que podem fazer isso por você?

Facilidade para quem?

Quando pensamos em tecnologia para facilitar nosso trabalho, o erro de muitos empreendedores e empresários é facilitar o próprio trabalho e não levar em consideração o impacto que suas decisões terão na interação com o consumidor final.

Um grande exemplo são aqueles que inserem formulários enormes na sessão de contato do site. Ali geralmente eles perguntam o assunto, como encontraram a empresa, cep, cidade etc.

Para seu processo interno pode ser incrível ter todas essas informações de uma vez, mas sem vendas não tem processo interno, não é mesmo?

Já foi provado que a taxa de conversão de um formulário cai a cada campo que lhe é acrescentado.

Por isso, a pergunta a ser feita é: como você se sente quando vê um formulário gigantesco para preencher?

No mundo da tecnologia e facilidades, a última sensação que queremos despertar no consumidor é a do tédio.

Usabilidade na experiência do usuário

O grande desafio do UX Designer é construir produtos que sejam tão fáceis de usar a ponto de você nem perceber que está usando.

O Instagram com sua tela infinita, design limpo e layout minimalista é o maior exemplo de boa aplicação da experiência do usuário. Mesmo quem acabou de começar consegue entender facilmente quando alguém fez um Story, já que a foto da pessoa fica com uma bordinha de cor diferente.

A construção do aplicativo foi toda pensada para te fazer passar horas descendo a timeline.

Existe muita ciência e psicologia que fazem o Instagram um aplicativo fácil de utilizar.

Essa combinação de estudos e fatores para tornar uma experiencia intuitiva se chama usabilidade, que nada mais é do que encontrar o caminho mais simples para realizar uma tarefa.

UX Design e psicologia

Nos últimos anos o Google vem investindo pesado em experiência do usuário.

Entra ano e sai ano e suas regras de ranqueamento mudam, sempre visando oferecer a você a melhor experiência.

Um dos exemplos desse esforço foi a criação do Material Design. Um material de estudo super completo, misturando ciência e psicologia no mundo do design.

Além de dar check nas quatro questões da listinha acima, existe todo um estudo de como o ser humano se comporta atrás de uma tela. Esse estudo envolve psicologia das cores, psicologia das formas, melhores tamanhos de tela e melhores formas de se escrever um texto.

A medida que nossa vida se torna mais digital, os desafios para tornar essa experiência menos estressante aumentam exponencialmente.

UX é muito mais do que tecnologia, é planejamento.

UX Design nos negócios

Se você é um empreendedor(a) e está buscando melhorar seus negócios, saiba que as soluções podem ser mais simples do que você imagina.

Muitas vezes investimos tempo e dinheiro em cursos e palestras e esquecemos de voltar ao básico.

Entre na sua loja, refaça os passos que seu cliente precisa fazer até finalizar a compra e veja se encontra algum furo nesse processo.

Entre no seu site, e-commerce e redes sociais. Pergunte se é possível entender de cara o que sua empresa oferece. Caso possua número de telefone, considere inserir links que ao serem clicados levem o cliente diretamente para uma conversa no WhtasApp da sua empresa, pois depois que o usuário se acostumou com as mensagens instantâneas qualquer espera é demais.

Mas lembre-se que também faz parte da experiência do usuário informar antes do clique para onde ele será direcionado.

Conclusão

Todos os dias interagimos com alguma coisa, seja assistindo tv, abrindo o celular ou usando uma cafeteira.

Todos nós somos clientes e usuários de algum serviço ou produto.

 

Texto baseado no livro “Introdução e Boas Práticas em UX Design”, Fabrício Teixeira

Sobre o Autor(a)

Helen Paiva é desenvolvedora Front End orgulhosa, especialista em comportamento do consumidor e apaixonada por UX/UI Design.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.